Entrar

Carnaval em Foco

Viradouro e Vila Isabel abrem a temporada de ensaios

Avalie este item
(0 votos)
Mocidade e Mangueira ensaiam no domingo
A responsável por dar o pontapé inicial na Marquês de Sapucaí, na noite deste domingo, foi a Unidos do Viradouro, que retorna ao Grupo Especial após quatro anos na divisão de acesso. Desta vez, a escola defende um enredo que conta a história dos negros no Brasil. “Nas veias do Brasil, é a Viradouro em um dia de graça” é uma alegre mistura de sambas do compositor Luiz Carlos da Vila, já falecido.

O momento em que o público mais vibrou foi quando passou pela Avenida uma passista anã, que fez a graça do vermelho e branco. Além disso, também foram festejadas as passagens de artistas como Milton Gonçalves, Jorge Coutinho e Carol Nakamura.

Vestida de bailarina clássica na cor zul, a rainha de bateria Sabrina Sato levantou o público na Marquês de Sapucaí, que contou com torcida organizada da azul e branco -

Em seguida, a Vila Isabel sacudiu a Sapucaí com um encontro criativo entre o clássico e o popular. A escola conta a trajetória do maestro Isaac Karabtchevsky, um dos responsáveis pelo engrandecimento da música clássica no Brasil, com o enredo ‘‘O maestro brasileiro na Terra de Noel — Tem partitura azul e branca da nossa Vila Isabel’’.

Vestida de bailarina clássica na cor zul, a rainha de bateria Sabrina Sato levantou o público na Marquês de Sapucaí, que contou com torcida organizada da azul e branco. A comissão de frente da Vila vem com coreografia de balé clássico.

Durante o ensaio técnico, as escolas puderam avaliar suas estratégias para o desfile, testar a receptividade das arquibancadas e fazer ajustes necessários na evolução. Para o autor do enredo da Viradouro, o carnavalesco João Vitor Araújo, que se prepara para estrear no Grupo Especial, o teste da noite deste domingo foi ótimo:

— A torcida aguarda há quatro anos essa volta da escola à elite. Estou ansioso, vivo meu terceiro ano na vermelho e branco, porém, é minha primeira vez no Grupo Especial. Estamos fazendo de tudo para brilhar.

Caberá à campeã do último carnaval, a Unidos da Tijuca, fazer o encerramento da temporada de ensaios técnicos, em 8 de fevereiro, apresentando o enredo “Um conto marcado no tempo — O olhar suíço de Clóvis Bornay”. No mesmo dia, serão realizados testes de luz e som na Sapucaí.

Também teve samba fora da Avenida. Os músicos da Orquestra Voadora fizeram um ensaio aberto nos jardins do Museu de Arte Moderna (MAM), no Aterro. A banda se apresentará no local todo domingo até o carnaval, sempre no fim de tarde.

 

Newsletter

Quem está online

56 visitantes e Nenhum membro

Entrar or Criar uma conta